quarta-feira, 30 de março de 2011

TECNOLOGIA TÊXTIL - TIPOS DE TECIDOS E PRINCIPAIS BASES PARA TECIDOS PLANOS


O tecido têxtil é um material à base de fios de fibra natural, artificial ou sintética, que pode ser composto de diversas formas tornando-se cobertura para diversos tipos de aplicações, principalmente  formando roupas e outras vestimentas de diversos usos. Pode ser usada basicamente como proteção para o frio dos humanos e animais, e também como cobertura de mesas, para limpeza, uso medicinal (como faixas e curativos) entre tantas outras aplicações. 

Os tecidos são, obviamente, uma construção elaborada a partir de fibras e fios, e sua constituição dependerá basicamente das matérias-primas utilizadas nessas fibras e fios, e assim como ocorre com as fibras podem ser:

Naturais
Os tecidos naturais, considerados básicos e clássicos, podem ter três origens, a origem animal (lã, seda...);a origem mineral (amianto...); e a origem vegetal (algodão, juta, cânhamo, linho, sisal, dentre tantas outras).

Sintéticos
Os tecidos sintéticos (poliacrílicos, polivinílicos, poliéster) não mantêm a temperatura do corpo; não absorvem a umidade do corpo; não têm elasticidade natural; e, por não absorverem umidade, amarrotam facilmente (e desamarrotam com a mesma facilidade).

Artificiais
Os tecidos artificiais provêm de: "fibras celulósicas", tais como acetatos e viscose, e "fibras proteínicas", procedentes de matérias como o milho e óleos vegetais. Imitam a seda, e incluem tecidos como o rayon ou viscose.

TIPOS DE TECIDOS CONFORME TRAMA/TEIA

Tecidos planos:
São resultantes do entrelaçamento de dois conjuntos de fios que se cruzam em ângulo reto (horizontais e verticais). Os fios dispostos no sentido horizontal são chamados de fios de "trama" e os fios dispostos no sentido vertical de fios de "urdume". Dividem-se em  três categorias básicas:

TAFETÁ OU TELA: É a  a mais simples das armações, pois sua base apresenta 02 tramas e dois fios. É a armação mais produzida pelo mercado. Alguns tecidos com essa construção: Morim, Voil, Organdi, Percal, Lona, Creponado, Gorgurão, Popeline, Tricoline, Cretone, Gaze, Esponja, Cambraia, Entretela, Flocado...
Sub categorias de telas:
GORGURÃO: É o tecido que apresenta como característica “listras” em alto-relevo, seja no sentido da trama ou no urdume. Os alto-relevos podem também ser ocasionados por fios mais grossos, em maior número ou tensão diferente, que formam o enchimento.
NATÉ: o naté é uma armação “ampliada” do tafetá, com o uso de dois ou mais fios, com evolução igual, e duas ou mais tramas, com evolução também igual.



SARJA: A principal característica da sarja são as diagonais que podem ser observadas em toda a largura do tecido. Elas podem ter direção “S” ou “Z”.
Nessa armação os fios tem que passar por cima de no mínimo 2 tramas seguidas e por baixo da próxima tramaA mais simples das sarjas possui curso 3 (2 tomadas e 1 deixada). E esses números (cursos) caracterizam cada tipo de sarja.

SARJA QUEBRADA: As diagonais são reduzidas a pequnos segmentos, que ora pussuem a direção “S” ora possuem a direção “Z”

CETIM: Cetim é um tecido e foi assim denominado em homenagem a Zaitum (ou Tsenthung), China, de onde se origina. Era a princípio um tecido brilhante de seda em trama bem fechada.

É nome também de ligamento que pela distribuição de seus pontos o torna leve e brilhante tendo avesso e direito diferentes. Obedece via de regra (Raso turco e Raso do reino) deslocamento constante numa matriz quadrada previamente calculada.
No século XX, o raiom e outras fibras sintéticas tomaram o lugar da seda.
Tecido luxuoso, o cetim é mais usado para roupas de noite e é altamente recomendado pelos alfaiates por sua classe e caimento.

ADAMASCADOS: Essas armações são usadas para formar listras, quadros ou figuras em tecidos de cetim.

Outras variações onde existem diferentes aspectos ou combinações das armações básicas em tecidos descritos acima: 


Tecidos simples – tecidos formados por um conjunto de fios de urdume  e um conjunto de fios de trama;

Tecidos compostos – mais de um conjunto de fios de urdimento e um ou mais conjuntos de trama;

Tecidos felpudos (ou felpados)- São tecidos compostos, cuja superfície apresenta felpas salientes, inteiras ou cortadas;

Leno ou giro-inglês - São tecidos em geral muito porosos e cujos fios de urdimento se entrelaçam com as tramas, e também com outros fios de urdimento.

Tecidos jacquard- São tecidos simples ou compostos, que apresentam grandes desenhos obtidos pela diferença de ligamentos usados e/ou pelo uso de fios coloridos. A tecnologia utilizada para o desenvolvimento de tecidos de Jacquard é mais sofisticada que a utilizadas nos tecidos mais comuns, exige uma programação específica para os "desenhos" que serão aplicados ao tecido.
Normalmente um jacquard possui uma base de algum tecido mais comum (tela, sarja, cetim ou até mesmo uma malha...) e, ao desenhar padrões específicos, acaba "misturando" essas construções básicas. Numa base de tela, por exemplo, onde podemos ver além do desenho feito, momentos em que se sobressaem detalhes de sarja, cetim...

Tecidos que não figuram entre os tecidos chamados planos, pois possuem características bem diversas das descritas acima:


Malha - É uma superfície têxtil, formada pela interpenetração de laçadas ou malhas que se apoiam lateral e verticalmente, provenientes de um ou mais fios. Dividem-se em:
Por trama – são tecidos de malha obtidos a partir do entrelaçamento de um único fio, podendo resultar num tecido aberto ou circular
Por urdume – são tecidos de malha obtidos a partir de um ou mais conjuntos de fios, colocados lado a lado, à semelhança dos fios de urdume da tecelagem plana.

Mistos - São tecidos de malha por urdume ou trama com inserção (lay-in) periódica de um fio de trama, objetivando dar melhor estabilidade dimensional ao tecido. É também conhecido como malha laid-in.

Tramados
São produzidos em máquinas de malharia por urdume, chamadas tramadeiras, e são muito similares ao tecido plano, com a diferença que os fios de urdume são substituídos por colunas de malha. Com este tecido ganha-se em produção, pois a velocidade da tramadeira é muito superior ao do tear plano.

NON-WOVEN OU NÃO-TECIDO (TNT)
São tecidos obtidos através do entrelaçamento de camadas de fibras que se prendem uma as outras por meios físicos e/ou químicos, formando uma manta contínua. Podem ser:
Feltro - é o tecido resultante do entrelaçamento de fibras de lã ou similares, através da ação combinada de agentes mecânicos e produtos químicos;
Folheado - é o tecido feito a partir de um véu de fibras têxteis, não feltrantes, mantidas juntas por meio de um adesivo ou por fusão de fibras termoplásticas. Apresenta três tipos: com as fibras orientadas, com as fibras cruzadas e com as fibras dispostas ao acaso.

TECIDOS ESPECIAIS
São aqueles obtidos por processos dos quais resulta uma estrutura mista de tecido plano, malha e não-tecido, ou ainda, como resultante de soluções de polímeros de fibras aplicadas aos tecidos. Podem ser:
Laminados - são estruturas obtidas pela colagem de dois tecidos diferentes ou pela simples aplicação de um impermeabilizante químico a um tecido qualquer.
Malimo - estes tecidos levam o nome da máquina onde são produzidos. É uma estrutura obtida pela sobreposição, sem entrelaçamento, de camada de urdimento sobre a camada de trama e cuja amarração é obtida por uma cadeia de pontos de malha.

FILMES
Não são estruturas têxteis, aproximando-se mais da textura do papel. São todavia, produzidos a partir de soluções de fibras têxteis, mais freqüentemente de náilon. Podem aparecer isolados ou laminados com outro tecido. 

5 comentários:

Santa Paciência disse...

Olá Regis, achei teu site numa busca por nome de tecido.

Estou procurando um tecido aqui no Brasil que em inglês chama cotton gauze.

Aqui tem uma foto: http://www.etsy.com/listing/66162122/the-nomad-purple-cotton-scarf?ref=sr_gallery_17&ga_search_submit=&ga_search_query=cotton+gauze+scarf&ga_search_type=handmade&ga_facet=handmade

Você sabe o nome deste tecido aqui no Brasil? Pelas minhas buscas, não acho "gaze" como este tecido, mas como "gaze hospitalar". :)

Meu email: santaelaine at gmail.com

REGIS disse...

Olá Elaine.
Não consegui ver a imagem pelo link que vc me mandou, mas pelo nome provavelmente trata-se de uma malha gaze. É uma malha bem sofisticada que é quase uma segunda pele. Tive contato com esse produto pela primeira vez quando trabalhei na Iódice (são Paulo) em 1994. Naquela época era supernovidade. Dá uma olhada nos sites da Menegotti ou Pettenati que talvez vc encontre algo bem próximo. Até mais.

Carlos Costa disse...

Visite-me e leia mais sobre tecido em :
http://teoriasdoeins.blogspot.pt/2013/12/o-tecido.html
ou sobre debuxo:
http://teoriasdoeins.blogspot.pt/2013/11/debuxo.html
ou sobre tecelagem:
http://teoriasdoeins.blogspot.pt/2013/11/tecelagem.html

Samuel Marinho disse...

Olá, creio que o tecido que procura é o "cotton flow" 100% algodão e também a "Seda GAze acetinada" 30% seda e 70% algodão. Sei que o primeiro é fornecido pela Kalimo textil e ou segundo pela Picasso ( Texprima).
Espero ter ajudado.

Abs

Samuel Marinho disse...

Gostei!

Bem completo !